2 Comentários

Cover: Tocando e Aprendendo

A forma mais comum de se começar a tocar numa banda é fazendo Cover (isso vale para 99,9% dos músicos). Pra quem não está familiarizado com o termo, “Cover” é nada mais, nada menos que tocar uma música de outra banda, de preferência uma banda consagrada, mas vale pra todas.

É uma forma muito eficiente de crescer como músico, seja em percepção ou na execução do seu instrumento, mas de que forma isso pode nos proporcionar crescimento depois algum tempo, quando atingimos uma espécie de “independência” dentro da música?

É muito comum em banda de iniciantes, que, ao tirar uma música (cover), façam uma adaptação para que todos consigam tocar. Compreensível, pois trata-se de iniciantes, logo existem limitações técnicas. Mas tenho percebido que isso tem acontecido muitas vezes com bandas onde os integrantes já não são tão iniciantes assim. Agora sim começa o post 😛 .

Antes de qualquer coisa, quero dizer que não vou aqui defender a forma de se tocar um cover, apenas expor os lados e dar um conselho:
APRENDA O COVER COMO ELE REALMENTE É MESMO QUE VOCÊ VÁ MUDAR ALGO DEPOIS.

É comum que uma banda ao escolher um cover adapte para o estilo, a pegada ou o tipo de abordagem da banda, o que gera inúmeras VERSÕES da mesma música dependendo de quem a toca. Isso é bem interessante, exercita a criatividade, algumas vezes torna divertida uma música mais “pra baixo” e muitas vezes camufla uma “deficiência” técnica. Pra quem escuta está ótimo (exceto se a versão ficar horrível, aí os fãs do autor original vão ficar furiosos), mas e nós músicos? Quanto temos deixado de evoluir quando sempre adaptamos as músicas tocadas por outros músicos, geralmente bem mais experientes, para que elas se encaixem com AQUILO QUE JÁ SABEMOS?

Eu sempre dou essa sugestão pros meus parceiros e pros meus alunos: “Antes de adaptar a música, aprenda ela como ela é, os detalhes, os tempos, até as viradas”. Dessa forma sempre que nos vier alguma música pra aprendermos, realmente aprendemos! É algo que não se perde, se torna parte da nossa bagagem.

Fica a dica: Faça as suas versões, seja criativo, use sempre o que você tem de melhor a favor da música, mas antes certifique-se que sua bagagem está bem abastecida!

Victor Slave

Anúncios

2 comentários em “Cover: Tocando e Aprendendo

  1. Parabéns pela abordagem, parceiro. E pelo blog também, tô cheio de orgulho… =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: